Sua cozinha e sua vida mais prática, com Vapza!

Curiosidades sobre a canjica

Postado por Vapza, em 06 Jun 2019 — 14h29

curiosidades sobre a canjica

A canjica é um prato típico de festa junina, mas também é consumido o ano todo em algumas regiões do país. Ou será que estamos falando do mugunzá? De fato, quando o assunto é a culinária tradicional brasileira, existem muitas variações nas receitas e nos nomes dos alimentos.

Confira estas curiosidades sobre a canjica e saiba mais sobre essa comida típica das festas de São João:

1. Canjica e mugunzá podem ser a mesma coisa... Ou não!

Uma sobremesa feita com grãos de milho branco imersos em um caldo feito com ingredientes como leite, leite de coco, açúcar, canela e cravo-da-índia: como você chamaria?

Caso você more na Região Sul, Sudeste e Centro-Oeste, possivelmente chamaria esse prato de “canjica”. Porém, se você mora na Região Norte ou Nordeste, é mais provável que conheça essa sobremesa como “mugunzá”, “mungunzá” ou “munguzá” – isso sem falar nas variações como “canjicão” (Rio de Janeiro), “mingau de milho branco” (Pará) e a curiosíssima “chá de burro” (regiões do Maranhão e do Piauí).

A confusão aumenta ainda mais quando descobrimos que o termo “canjica” também é usado no Nordeste. Porém, nesse caso, ele se refere a outro prato, feito com ingredientes como creme de milho-verde (que na verdade é amarelo!), leite, leite de coco, açúcar e canela, conhecido como “curau” nas demais regiões do país.

Ou seja: canjica e mugunzá são a mesma coisa, mas ao mesmo tempo são coisas diferentes. Tudo depende do ponto de vista!

2. Ela é um dos pratos de festa junina mais tradicionais

A festa junina brasileira é uma herança dos portugueses que vieram para cá no período colonial, mas sua origem é ainda mais antiga. Seus primórdios estão em festividades pagãs realizadas na Europa medieval com o objetivo de celebrar o solstício de verão (que acontece em junho no Hemisfério Norte) e pedir fartura para a colheita.

E se para os europeus o cereal mais importante era o trigo, em terras brasileiras esse título pertencia ao milho – e é por isso que os pratos que mais faziam sucesso eram aqueles preparados à base deste cereal, como a canjica, o mugunzá, o bolo de milho, o cuscuz etc.

3. A canjica pode ser feita com milho branco ou amarelo

Embora a receita tradicional use o milho branco, você sempre pode variar essa sobremesa e fazê-la com milho amarelo, que tem um sabor mais intenso por ter um teor de amido maior do que a outra variedade.

mugunza

4. Também existe canjica salgada

Por definição, a canjica ou mugunzá é uma receita de sobremesa, mas você também pode preparar deliciosas variações salgadas desse prato.

Em algumas regiões de estados como Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, por exemplo, o milho para canjica é utilizado em uma receita que também leva feijão e cortes de carne suína, lembrando uma feijoada.

5. A canjica oferece benefícios para a saúde

O milho para canjica é um alimento rico em fibras: uma porção de 100 gramas de canjica cozida tem 2,4 gramas de fibras, o que equivale a 10% das necessidades diárias.

Em função disso, a canjica contribui para o bom funcionamento do sistema digestivo e ajuda a prolongar a sensação de saciedade. Além disso, seu teor de fibras reduz a velocidade de absorção da glicose pelo organismo, auxiliando no controle das taxas de açúcar no sangue, e evita a absorção do colesterol.

Outro benefício da canjica é que ela contém boas quantidades de vitaminas do complexo B, importantes para o metabolismo de gorduras, açúcar e proteínas, para a manutenção da saúde da pele e dos cabelos e para o bom funcionamento do sistema nervoso.

6. A canjica é menos calórica que o arroz

Muitas vezes, a canjica é vista como um alimento extremamente calórico, mas isso não é verdade. Uma porção de 100 gramas de milho branco cozido para canjica tem 104 calorias, enquanto uma porção equivalente de arroz tem 128.

canjica

Porém, o que realmente pode tornar a canjica calórica são os demais ingredientes utilizados em seu preparo, como leite integral, leite condensado, leite de coco, açúcar e amendoim.

Se você se preocupa em controlar o peso, a dica é fazer algumas substituições desses ingredientes e optar por uma receita de canjica light, como esta a seguir:

Ingredientes

  • 1 pacote de canjica Vapza cozida no vapor
  • 1 litro de leite desnatado
  • 1 xícara de chá de leite em pó desnatado
  • 1 vidro de leite de coco light
  • 4 unidades de cravo-da-índia
  • 2 pedaços de canela em pau
  • Adoçante para forno e fogão a gosto
  • Canela em pó para servir

Modo de preparo

Retire a canjica Vapza do pacote de acordo com as instruções da embalagem e transfira para uma panela grande. Dissolva o leite em pó no leite desnatado, acrescente à panela e leve ao fogo baixo. Junte o leite de coco, os cravos-da-índia e a canela em pau.

Depois que levantar fervura, deixe cozinhar por 3 minutos mexendo sempre para não grudar no fundo. Adicione o adoçante a gosto e sirva a canjica quente ou fria polvilhada com canela.

Agora que você conhece essas curiosidades sobre a canjica, aproveite que a Vapza oferece tanto a canjica branca quanto a canjica amarela já cozidas, prontinhas para entrar na sua receita sem ter que ficar longas horas de molho. Acesse nossa loja online e receba os produtos Vapza sem sair de casa!

Fonte(s): Mundo Boa Forma e Revista Vegetarianos

Conheça nossas Linhas de Produtos