Sua cozinha e sua vida mais prática, com Vapza!

Culinária brasileira: conheça os pratos típicos de Festa Junina em cada região

Postado por Vapza, em 12 Jun 2019 — 18h17

pratos típicos festa junina

A Festa Junina tem origem em celebrações pagãs realizadas desde a Antiguidade. Esses eventos ocorriam durante o solstício de verão, que acontece em 21 de junho no hemisfério norte, e incluíam rituais para homenagear deuses da natureza e da fertilidade e para pedir que as colheitas fossem fartas.

A Igreja Católica, porém, não era muito afeita a essas celebrações. Assim, com a expansão do Cristianismo, elas ganharam um caráter religioso e passaram a ser feitas em homenagem ao dia de São João Batista, comemorado em 24/6, em função da proximidade com a data do solstício de verão.

Por causa disso, em Portugal essa festa foi batizada de “festa joanina”, mesmo que mais tarde também fossem incluídas homenagens a Santo Antônio (13/6) e São Pedro (29/6), completando a tríade dos santos do mês de junho.

A diversidade da culinária brasileira na Festa Junina

Na época da colonização, os portugueses trouxeram diversos hábitos e tradições para o Brasil, incluindo a “festa joanina”. Por aqui, esse costume recebeu a influência das culturas indígenas e africanas, principalmente no que diz respeito às comidas típicas.

Assim, enquanto na Europa os pratos eram à base de trigo, as guloseimas da Festa Junina brasileira eram feitas com grãos e raízes cultivados localmente, como milho, amendoim, batata-doce e mandioca.

festa junina

Porém, como o território nacional é muito extenso, com o passar do tempo cada canto do país incorporou novos ingredientes e pratos à lista de comidas típicas dessa época do ano. Conheça os principais representantes de cada região:

Região Norte

  • Vatapá: é um prato cremoso feito com camarão seco, pão molhado, tomate, pimentão, cheiro-verde, cebola e leite de coco, um pouco diferente do vatapá nordestino;
  • Maniçoba ou feijoada paraense: é preparada com folhas moídas de mandioca (maniva) e carnes utilizadas na feijoada, como toucinho, lombo, paio e outros embutidos e defumados. Como a maniva é altamente tóxica e potencialmente letal, as folhas precisam ser cozidas por sete dias para eliminar completamente as substâncias perigosas;
  • Tacacá: é um prato de origem indígena preparado com tucupi (caldo feito a partir da mandioca), camarão, jambu (erva que dá um efeito de dormência na boca) e goma de tapioca;
  • Outros pratos típicos: bolo de macaxeira (mandioca), cuscuz, doces à base de frutas da região, mugunzá, tapioca.

Região Nordeste

  • Mugunzá ou mungunzá: é o prato conhecido como “canjica” em outras regiões do país, preparado com milho branco cozido em um caldo de leite, leite de coco, açúcar, canela e cravo-da-índia;
  • Canjica: conhecida como “curau” no Sul e no Sudeste, a canjica nordestina é um creme feito com milho-verde batido com leite, leite de coco e açúcar e polvilhado com canela;
  • Cuscuz: diferente do cuscuz paulista, que é preparado com vários ingredientes, o cuscuz nordestino leva apenas flocos de milho, água e sal. Pode ser servido com carne de sol ou manteiga de garrafa;
  • Aluá: é uma bebida fermentada que pode ser feita com cascas de abacaxi, pão seco, cravo-da-índia, gengibre, erva-doce e rapadura. Depois de fermentar em potes de barro, a bebida é coada para ser servida;
  • Outros pratos típicos: arroz-doce, bolo de fubá, bolo de milho, milho cozido, pamonha e pé de moleque.

Região Centro-Oeste

  • Sopa paraguaia: apesar do nome, trata-se de uma espécie de bolo salgado feito com queijo e flocos de milho. Esse prato era consumido pelos soldados durante a Guerra do Paraguai e é especialmente apreciado no Mato Grosso do Sul;
  • Arroz maria-izabel: embora tenha origem no Piauí, esse prato é muito consumido no Mato Grosso. Por lá, esse arroz é preparado com carne-seca, tomate e pimentão e pode ser servido com farofa de banana;
  • Pixé: esse prato consiste em uma farofa doce feita com milho torrado moído, açúcar e canela. O pixé pode ser servido sozinho ou misturado a mingaus e outros doces;
  • Outros pratos típicos: bolo de amendoim, bolo de fubá, broa de fubá, escaldado, paçoca de pilão, revirado cuiabano.

Região Sudeste

  • Quentão: é uma bebida típica de Festa Junina preparada com cachaça, açúcar, gengibre, cravo-da-índia e canela;
  • Pamonha: presente também em outras regiões, a pamonha é uma massa feita com milho verde ralado, leite ou leite de coco e manteiga, cozida dentro das folhas do milho. A pamonha pode ser doce ou salgada e receber recheios como carne-seca, calabresa, queijo e goiabada;
  • Caldinho de feijão: trata-se do feijão preto batido no liquidificador temperado com bacon, cebola, alho e pimenta. É especialmente apreciado em Minas Gerais;
  • Outros pratos típicos: bolo de fubá, bolo de milho, cachorro-quente, canjica, espetinho, maçã do amor, milho cozido, paçoca, pastel, pipoca.

Região Sul

  • Amendoim cri-cri: também conhecido como amendoim praliné, trata-se do amendoim coberto com açúcar caramelizado, formando uma casquinha doce e crocante. Também pode ser preparado com cravo-da-índia moído e canela em pó;
  • Quentão: enquanto na Região Sudeste o quentão é feito com cachaça, na Região Sul ele é preparado com vinho tinto suave e especiarias como cravo, canela e gengibre. Pode ser servido acompanhado por gemada;
  • Pinhão: o pinhão é a semente da araucária, a árvore-símbolo do Paraná, mas que existe toda a Região Sul e em parte da Região Sudeste. Na Festa Junina, ele é tradicionalmente servido cozido, podendo também ser preparado na chapa;
  • Outros pratos típicos: batata-doce assada, bolo de fubá, bolo de milho, cachorro-quente, canjica, churrasco gaúcho, espetinho, maçã do amor, paçoca, pé de moleque, pipoca.

pratos de festa junina

A lista das comidas típicas de Festa Junina é longa e apresenta diferenças dentro de cada estado e até mesmo das cidades, em um belo reflexo da diversidade da culinária brasileira. Não é à toa que esta é uma das festas mais queridas do país, não é mesmo?

Confira receitas imperdíveis para uma Festa Junina com produtos Vapza. Aproveite e acesse nossa loja online e adquira todos os produtos para o seu arraial sem sair do conforto de sua casa.

Fonte(s): Ana Maria BragaG1 [1] e [2]Agência BrasilA Crítica e Cozinhando para 2 ou 1

Conheça nossas Linhas de Produtos