Sua cozinha e sua vida mais prática, com Vapza!

Quais são os principais alimentos ricos em ferro?

Postado por Vapza, em 13 Dec 2018 — 13h00

O ferro é um mineral fundamental para o bom funcionamento do organismo, pois ele é responsável pelo transporte de oxigênio para todas as células. Por isso, uma dieta saudável sempre deve contar com alimentos ricos em ferro, de modo a suprir as necessidades diárias desse nutriente.

Quando estamos cansados, sem disposição e com palidez na pele e na região abaixo dos olhos, um dos principais palpites é que estamos com anemia – uma doença causada principalmente pela falta de ferro.

Para desempenhar suas funções, nosso corpo depende da produção de energia dentro das células a partir da metabolização da glicose (açúcar) proveniente da alimentação. Esse mecanismo necessita da presença de moléculas de oxigênio, que são levadas até as células pelas hemácias – também conhecidas como glóbulos vermelhos ou células vermelhas do sangue.

Dentro das hemácias, a estrutura que carrega o oxigênio é uma proteína chamada hemoglobina, a qual só consegue transportar esse elemento com ajuda do ferro. É por isso que ele é tão importante para o nosso organismo.

A necessidade de ferro varia durante as fases da vida

Além de participar do transporte de oxigênio para os tecidos, permitindo a produção de energia, o ferro é fundamental para o crescimento saudável das crianças, para o fortalecimento das nossas defesas e para o bom desempenho das funções de memória, aprendizagem e produtividade.

Dessa maneira, a ingestão recomendada de ferro muda conforme a faixa etária da pessoa. Além disso, para as mulheres, ela aumenta durante a gestação, pois esse mineral é essencial para o desenvolvimento do bebê e da placenta e para a produção das células do sangue.

Assim, de acordo com a Anvisa, a ingestão diária recomendada (IDR) de ferro em cada etapa da vida é a seguinte:

Faixa etária

mg/dia

0 a 6 meses

0,27

7 a 11 meses

9

1 a 3 anos

6

4 a 6 anos

6

7 a 10 anos

9

Adultos

14

Gestantes

27

Lactantes

15

É verdade que os vegetarianos correm mais risco de ter anemia?

Depende. Os alimentos de origem animal, como a carne vermelha e o fígado de frango, contêm mais ferro do que os de origem vegetal. Além disso, o organismo consegue absorver cerca de 20% a 30% do mineral presente em carnes e outros alimentos de origem animal, enquanto a absorção do ferro em produtos vegetais varia de 2% a 10%.

Porém, vegetais de folhas verde-escuras, feijão, lentilha e outros produtos vegetais também oferecem boas quantidades de micronutriente. Desse modo, é possível evitar a anemia em dietas vegetarianas e veganas quando se segue uma alimentação bem planejada para compensar a menor absorção.

Essa diferença acontece devido à composição bioquímica dos alimentos: o ferro é mais bem absorvido pelo organismo a partir de fontes animais por estar ligado a uma estrutura chamada porfirina, recebendo o nome de “ferro heme”. Os vegetais, por sua vez, não contam com essa estrutura, e o mineral passa a ser chamado de “ferro não heme”.

Contudo, consumir apenas o ferro heme (de origem animal) pode trazer prejuízos ao organismo, já que esses alimentos contêm maiores taxas de gordura e colesterol. Por isso, o ferro não heme (de origem vegetal) não deve ser deixado de lado.

Além disso, é possível aumentar a absorção do ferro não heme ao consumir vegetais ricos nesse mineral acompanhados por alimentos que contenham vitamina C, como as frutas cítricas.

Alimentos ricos em ferro de origem animal e vegetal

A seguir, você vai encontrar uma lista de alimentos ricos em ferro separados em produtos de origem animal e vegetal. A quantidade do mineral apresentada corresponde a uma porção de 100 gramas do alimento, enquanto a ingestão diária recomendada (IDR) tem como base a necessidade estimada para um adulto (14 mg). Confira:

Origem animal

Ferro (mg)

% IDR

Fígado de frango

8,5

61%

Coração de frango

6,5

46%

Fígado bovino

5,8

41%

Vitela

3,6

26%

Sardinha em conserva

3,5

25%

Picanha

3,2

23%

Patinho

3,0

21%

Manjuba frita

3,0

21%

Filé mignon bovino grelhado

2,9

21%

Gema de ovo de galinha

2,9

21%

Acém moído cozido

2,7

19%

Contrafilé grelhado

2,4

17%

Camarão sete-barbas frito

2,4

17%

Costela bovina

2,2

16%

Cordeiro

2,2

16%

Origem vegetal

Ferro (mg)

% IDR

Coentro (folhas desidratadas)

81,4

581%

Farinha de soja

13,1

94%

Gergelim

5,4

39%

Castanha-de-caju torrada

5,2

37%

Semente de linhaça

4,7

34%

Farinha de centeio integral

4,7

34%

Aveia em flocos

4,4

31%

Agrião

3,1

22%

Beterraba crua

2,5

18%

Lentilha cozida

1,5

11%

Quinoa cozida

1,5

11%

Feijão-preto cozido

1,5

11%

Grão-de-bico cozido

1,4

10%

Feijão-carioca cozido

1,3

9,3%

Seleta de legumes

1,1

7,9%

A partir dessa lista, você pode montar seu prato visando suprir as necessidades de ferro do seu corpo. O ideal é misturar alimentos tanto de origem animal quanto de origem vegetal, pois assim você equilibra a absorção do ferro com o conteúdo de gorduras, proteínas e fibras.

Para facilitar sua rotina, a Vapza já oferece muitos dos alimentos ricos em ferro cozidos e prontos para o consumo, como lentilha, quinoa, grão-de-bico, feijão-preto, feijão-carioca e seleta de legumes. Aproveite para adquiri-los em nossa loja online e receba direto na sua casa.

Fonte(s): Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, G1, ILSIPortal Anvisa 

Confira também...

Conheça nossas Linhas de Produtos